Por que os caminhões dos bombeiros estão sempre tão limpos?

Escrito por em fev 21, 2011 sobre Marketing | 6 Comentários
Por que os caminhões dos bombeiros estão sempre tão limpos?

Você já percebeu como os caminhões dos bombeiros estão sempre brilhando? E por que eles estão sempre tão limpos? Porque quando não há incêndio, os bombeiros esperam a sirene tocar e enquanto isso limpam os caminhões. Ao invés de sair na comunidade e trabalhar para prevenir novos incêndios, o modelo mental dos bombeiros é trabalhar para apagar incêndios que já começaram.

Isso lembra a sua empresa? Muitas organizações tem funcionários esperando a sirene tocar. Funcionários de hotéis não escrevem cartas ou fazem telefonemas para gerar novos negócios, eles ficam atrás do balcão esperando pelos clientes. Engenheiros de software estão frequentemente sobrecarregados por listas intermináveis de “incêndios para apagar” e raramente tem a chance de pensar sobre o que eles devem construir a seguir.

A estrutura da maioria das organizações (e da maioria das escolas) incentiva esse modelo mental. Iniciativa é difícil de medir e recompensar, por outro lado, conclusão de tarefas é um modelo adotado em muitas organizações que ainda vivem na época da “Revolução Industrial”.

Vivemos em um tempo em que os mercados mudam muito rápido e “caminhões de bombeiro muito limpos” podem mostrar atenção aos detalhes, mas raramente levam ao crescimento e ao sucesso empresarial.

Qual seria uma maneira de descrever organizações estagnadas mas com funcionários sempre “ocupados”? Com certeza elas tem “caminhões de bombeiro sempre limpos”.

Este texto foi adaptado do livro “ Small Is The New Big” do autor Seth Godin. Página 32.

Cristiano Machado

Especialista e um dos pioneiros do Marketing Boca a Boca no Brasil. Palestrante, Empreendedor, Consultor e Professor de Marketing, Empreendedorismo e Inovação. Nas horas vagas tento ser guitarrista!

Mais posts - Website - Twitter - Facebook - LinkedIn - Pinterest - Google Plus - Flickr - YouTube

  • Carlos Leandro Firmo .’.

    Creio que o autor deste texto original devia estar falando de bombeiros descompromissados, pois os bombeiros tem sempre uma unidade educativa que busca a formação de crianças e adultos [sempre que requisitados] para prevenção de incêndios e acidentes. Além disso os bombeiros também participam de programas de vistorias de construções diversas. Os carros de bombeiros são sempre limpos porque em uma unidade onde exista organização também deve existir equipes que zelem pela manutenção e o bom estado do equipamento, creio que o texto pode ser modificado pois se utilizarmos o exemplo dos bombeiros teremos um bom exemplo que superação de dificuldades e de bom atendimento, frente aos desafios do dia a dia como baixos salários, pouco equipamento [pois o que se tem é muito bem cuidado].

    Creio que este poderia ser um bom exemplo, ao invés de criticar-se o que se pouco conhece.

  • Cristiano Machado

    Olá Carlos,

    Em primeiro lugar quero deixar claro que de maneira alguma minha intenção com este post foi denegrir a imagem dos nossos bombeiros. Aliás quero expressar aqui minha admiração por duas entidades brasileiras, a dos Bombeiros e da Polícia Federal. Essas duas instituições públicas me fazem ter orgulho de ser brasileiro.
    Como você mesmo comentou, o exemplo dos Bombeiros brasileiros pode ser usado como um exemplo de superação, e se considerarmos a falta de recursos e os salários, podemos dizer que nossos Bombeiros são heróis!

    Mas se você reler o post vai perceber que falo sobre “modelos mentais” e sobre isso vou pedir sua reflexão. O que tentei expor aqui é que modelos mentais podem ser muito prejudiciais para empresas e organizações. Uma sugestão de leitura que aborda de maneira brilhante sobre como modelos mentais podem ser prejudiciais para empresas e organizações é o livro “A Quinta Disciplina” de Peter Senge, esse livro é genial!
    Ainda sobre modelos mentais, você comentou: “os bombeiros tem sempre uma unidade educativa que busca a formação de crianças e adultos [sempre que requisitados] para prevenção de incêndios e acidentes”. Quando você comentou “sempre que requisitados”, para mim fica evidente que o modelo mental dos bombeiros é “esperar a sirene tocar”.
    E se os bombeiros ao invés de ficarem esperando serem chamados, “mudassem o modelo mental” para: “Vamos sair na comunidade e trabalhar para prevenir incêndios”?
    Em minha opinião, esse exemplo serve para muitas empresas e organizações que “ficam esperando a sirene tocar”.
    Obrigado por expressar sua opinião, um grande abraço!

  • Cristiano

    Eu entendi a sua comparação a respeito de empresa que só age quando dá *****

    Porém a comparação com bombeiros foi inadequada.

    Afinal quantas vezes por ano, não tem campanhas de “beber não dirija”, e mesmo assim o resgate tem sempre que agir para salvar vidas por causa de motoristas que beberam.

    Quantos anos tem campanha para não usar balões por causa do risco de incendios ? E o povo continua a soltar…

    E sobre incendios em matagal ? O povo vai e mesmo assim joga bituca em beira de estrada, faz queimada e etc…

    Sobre o aspecto educacional das pessoas, existem 1001 campanhas sobre vários assuntos que os bombeiros tem que resolver, inclusive sobre energia elétrica, como verificar fiação para não ter risco de curto e etc… e mesmo assim o povo sempre continua a levar a coisa nas coxas e no “jeitinho brasileiro”

    E sobre construções, autorizações para uso e etc… basicamente qualquer lugar que tem ou terá aglomeração, tem que ter vistoria do Corpo para ser autorizado, exatamente para evitar riscos.

    Eu entendi o teu ponto de vista, sobre as empresas que deixam pra fazer apenas quando dá algo errado, mas discordei da sua comparação.

    Seria mais adequado falar somente sobre a empresa que faz isso, e pior, quando algo dá certo, o “diretor” pega a fama pelo sucesso, e quando as coisas dão errado, demitem o andar de baixo, e jogam a culpa nos estagiários. Isso ocorre, ou não ?

    []s

    • Cristiano Machado

      Olá Cristiano!
      Obrigado por comentar o post, sua participação enriquece a discussão do blog.
      Com relação as seus comentários sobre uma parte da população não faz nem mesmo o mínimo para manter a ordem e respeito com os demais, infelizmente vivemos em um país em que ainda existe corrupção e maus exemplos. Se você leu minha resposta ao primeiro comentário deste post encontro o seguinte: “Em primeiro lugar quero deixar claro que de maneira alguma minha intenção com este post foi denegrir a imagem dos nossos bombeiros. Aliás quero expressar aqui minha admiração por duas entidades brasileiras, a dos Bombeiros e da Polícia Federal. Essas duas instituições públicas me fazem ter orgulho de ser brasileiro”. Pois bem, admiro o trabalho dos bombeiros, mas os bombeiros saem “de verdade” em suas comunidades para prevenir incêndios? Minha intenção com este post é despertar para a importância de as empresas e organizações, inclusive nossos bombeiros, não ficarem apenas “esperando a sirene tocar”.
      Quando você comenta:”Seria mais adequado falar somente sobre a empresa que faz isso, e pior, quando algo dá certo, o “diretor” pega a fama pelo sucesso, e quando as coisas dão errado, demitem o andar de baixo, e jogam a culpa nos estagiários. Isso ocorre, ou não ?”. Concordo contigo que grande parte das empresas age assim, mas existem bons exemplos também, tanto na administração privada quanto na pública. Mas Cristiano, não existem vários exemplos de empresas públicas e privadas que ficam “esperando a sirene tocar”? Você conhece bons ou maus exemplos que possa compartilhar conosco aqui no blog?
      Super abraço!

  • Varley O. Sabatini

    Sr. Cristiano, entendí sua idéia, porém um dos maiores erros em ADMINISTRAÇÃO empresarial é de citar exemplos infundados ou que não conhecemos. O Corpo de Bombeiros tem em todo território nacional, regionalizado em seus respectivos estados as Seções Técnicas de Analise e Vistoria de Obras, assim como os Centros de Instruções e Treinamentos, onde recebemos escolas de diversas áreas e também alunos e profissionais do exterior, pois somos considerados (e tenho muito orgulho disso) um dos melhores bombeiros do mundo. Agora com reação as viaturas, elas estão sempre limpas, porque amamos o que fazemos, mesmo recebendo pouco para isso, e ao invés de dormir ou descansar, nós TRABALHAMOS MUITO, VINTE E QUATRO HORAS ININTERRUPITAMENTE em nossos plantões.

    • Cristiano Machado

      Olá Varley,
      Muito obrigado por comentar aqui no blog, sua participação enriquece a discussão que é um dos objetivos do blog.
      Se você leu minha resposta ao primeiro comentário deste post encontrou o seguinte:”Em primeiro lugar quero deixar claro que de maneira alguma minha intenção com este post foi denegrir a imagem dos nossos bombeiros. Aliás quero expressar aqui minha admiração por duas entidades brasileiras, a dos Bombeiros e da Polícia Federal. Essas duas instituições públicas me fazem ter orgulho de ser brasileiro”.

      Não disse em nenhum momento que os bombeiros não trabalham ou algo parecido, para mim os bombeiros são como heróis! Minha intenção com este post foi despertar os leitores para a importância de as empresas e organizações inclusive os bombeiros, para a importância de “não ficar esperando a sirene tocar”. E se os bombeiros saíssem ainda mais em suas comunidades? Será que mais incêndios seriam evitados? Você pode dividir alguns exemplos do Brasil? E as empresas, não é o mesmo caso?
      Super abraço!